Avançar para o conteúdo

Enfermagem e enfermagem pediátrica

A enfermagem é a ciência que tem como objetivo a prática do tratamento de doenças e o cuidado ao ser humano, individualmente, na família ou em comunidade de modo integral e abrangente.

A enfermagem pediátrica é uma especialidade clínica onde se pratica cuidados a crianças com doenças várias, umas mais comuns, outras raras, abrangendo a infância até à adolescência.

A enfermagem observa as alterações normais e previsíveis a nível físico e psicossocial em todas as idades, bem como possíveis alterações multissistémicas e mais complexas.

Mais abaixo nesta página partilhamos dois artigos escritos por Ricardo Fonseca, enfermeiro, mestre em cuidados paliativos e pensador ativo nos temas da enfermagem, pediatria e cuidados paliativos.

Faça o seu pedido de marcação de consulta:

Enf. Sofia Martins

Enfermeira

Licenciada em Enfermagem, desde 1997.
Experiência de 25 anos a cuidar do utente pediátrico em vários contextos de saúde principalmente a nível hospitalar – enfermaria de utentes com doença aguda e/ou crónica, cirurgia pediátrica, neonatologia e urgência pediátrica – tendo também experiência a nível de cuidados de saúde primários em vacinação e consulta de saúde infantil, em situação de catástrofe enquanto voluntária em missão com a AMI.
Além de várias formações na área da enfermagem pediátrica, tem formação pós graduada em saúde mental, onde desenvolveu competências em cuidados traumáticos com técnicas de imaginação guiada entre outras.
Também Licenciada em Ciências da educação, onde desenvolveu competências na área de formação de adultos.
Voluntária no CNE – Corpo Nacional de Escutas, com jovens entre os 6 e os 22 anos.

Enf. Ricardo Fonseca

Enfermeiro, mestre em cuidados paliativos

Licenciado em Enfermagem, desde 2006.
Experiência de 16 anos a cuidar de crianças e das suas famílias, em vários contextos de saúde quer a nível hospitalar (enfermaria de crianças com doença aguda e/ou crónica; consulta externa, hospital de dia, urgência pediátrica) quer a nível de cuidados de saúde primários (vacinação, consulta de saúde infantil).
Além de várias formações na área da enfermagem pediátrica, é mestre em cuidados paliativos, onde estudou a potencialidade das cartas terapêuticas escritas por enfermeiros para promover a esperança dos pais de crianças com doença crónica, sendo que a escrita é também a sua paixão.